Os astronautas do ônibus espacial Atlantis trabalharam hoje para entregar um enorme reservatório à Estação Espacial Internacional, na última missão tripulada do atual programa norte-americano, iniciado há 30 anos. O recipiente contém mais de 4 toneladas de alimentos, roupas e outras provisões, suficientes para manter a Estação Espacial Internacional e seus moradores operando por pelo menos mais um ano.

Na manhã de hoje, os astronautas Sandra Magnus e Douglas Hurley usaram o grande braço robótico da estação espacial para retirar do compartimento de carga do ônibus espacial o reservatório de fabricação italiana, chamado de Raffaello. Ele foi colocado junto à estação e o trabalho foi encerrado uma hora antes do previsto.

A expectativa era de que uma hora depois fosse aberta uma escotilha, para que os astronautas pudessem entrar no Raffaello e começar a retirar todas as bolsas e bandejas de provisões.

Os astronautas também receberam boas notícias hoje. A Nasa informou que não se preocupa mais com o lixo espacial que deve se aproximar da estação amanhã. O material, restos de um antigo satélite da era soviética, passará a uma distância segura, portanto não será necessário alterar a posição da estação espacial e da Atlantis. As informações são da Associated Press.