Uma cápsula espacial russa aterrissou com segurança no Casaquistão no sábado, trazendo de volta uma tripulação de três pessoas que estava na Estação Espacial Internacional.

O russo Gennady Padalka, o dinamarquês Andreas Mogensen, da Agência Espacial Europeia, e Aidyn Aimbetov, do Casaquistão, aterrissaram apenas dois minutos antes do nascer do sol e estavam se sentindo bem. A cápsula Soyuz TMA-16M pousou de acordo com o programação a 146 quilômetros sudeste de Dzhezkazgan. Um comentarista da Nasa chamou o pouso de “na mosca”.

Padalka completou sua quinta missão e atingiu um recorde mundial com um total de 879 dias no espaço, cerca de dois meses a mais que o recordista anterior, o cosmonauta russo Sergei Krikalev.

Desta vez, Padalka ficou 168 dias no espaço, enquanto Mogensen e Aimbetov passaram 10 dias em órbita. Mogensen e Aimbetov foram os primeiros astronautas de seus países a voarem para o espaço. Scott Kelly e Kjell Lindgren, da Nasa, permaneceram na estação junto com Mikhail Kornienko, Sergei Volkov e Oleg Kononenko, da Rússia, e Kimiya Yui, do Japão. Fonte: Associated Press.