Um ataque aéreo da coalizão liderada pela Arábia Saudita matou pelo menos 20 combatentes aliados, informaram neste domingo funcionários do setor de segurança do Iêmen e combatentes favoráveis ao governo iemenita. As fontes pediram anonimato, ao comentar o caso de fogo amigo.

Os funcionários disseram que o incidente ocorreu na noite do sábado, quando os combatentes transitavam por uma via costeira no caminho da cidade de Zinjibar, no sul iemenita. A coalizão, que tem apoio dos Estados Unidos, começou a atacar por ar em março os rebeldes houthis xiitas e seus aliados, que controlam a capital e boa parte do norte do país.

A luta no Iêmen coloca de um lado os houthis e as forças leais ao ex-presidente Ali Abdullah Saleh e do outro os separatistas do sul, milícias locais e tribais, milicianos islâmicos e partidários do exilado presidente Abed Rabbo Mansour Hadi.

Os Emirados Árabes afirmaram no sábado que três de seus soldados morreram enquanto participavam da ofensiva encabeçada pelos sauditas. Não foi informado como as mortes ocorreram. Fonte: Associated Press.