O ataque de um avião não tripulado norte-americano matou dois militantes em uma motocicleta no conturbado cinturão tribal no noroeste do Paquistão. O incidente aconteceu na área de Mir Ali, a leste de Miranshah, a principal cidade do distrito tribal do Waziristão do Norte, reduto dos talibãs e de militantes ligados à Al-Qaeda na fronteira afegã.

Autoridades de segurança locais informaram que ambos os militantes parecem ser do Turcomenistão, mas esta informação ainda não foi confirmada. “O foco do drone era os militantes na motocicleta, mas algumas casas próximas também foram danificadas”, disse um oficial de segurança.

Ataques de aviões americanos não tripulados são profundamente impopulares no Paquistão, mas Washington os vê como uma ferramenta vital na luta contra o Talibã e os militantes da Al-Qaeda nas áreas tribais sem lei ao longo da fronteira com o Afeganistão.

O Paquistão protestou várias vezes contra estes ataques e também convocou os diplomatas dos EUA em Islamabad para condenar os ataques aéreos, o que o país diz ser uma violação à soberania do Paquistão e da integridade territorial. Fonte: Dow Jones Newswires.