Homens armados invadiram a casa de dois militantes contrários à Al-Qaeda em Bagdá neste sábado e os mataram juntos com toda a família, num total de sete pessoas, informaram autoridades iraquianas.

Segundo a polícia, um pai e um filho, integrantes do movimento Sahwa, foram mortos com outros cinco membros da família, incluindo duas mulheres, enquanto dormiam em sua residência no bairro de Dora, no sul da capital do Iraque.

O Sahwa juntou forças com tropas dos EUA no auge da guerra iraquiana para combater a Al-Qaeda. Desde então, seus integrantes viraram alvo de insurgentes sunitas, que os consideram traidores. Fonte: Associated Press.