Quatro pessoas morreram hoje, entre elas dois estrangeiros, durante um ataque do Taleban a sede de uma organização de ajuda dos Estados Unidos no norte do Afeganistão, segundo autoridades locais e norte-americanas. “Os dois estrangeiros que foram mortos estavam trabalhando para a organização”, afirmou o chefe da polícia provincial de Kunduz, Mohammad Rezaq Yaqobi, referindo-se à entidade Development Alternatives Inc (DAI), alvo do ataque ocorrido nesta madrugada.

“Um guarda afegão e um policial afegão também foram mortos. Cerca de 20 pessoas, incluindo civis e policiais, estão feridas”, afirmou ele. Um funcionário da embaixada dos EUA confirmou que um dos estrangeiros mortos era alemão. A nacionalidade da outra vítima não foi confirmada, disse a fonte pedindo anonimato.

A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) informou que outros sete estrangeiros ficaram feridos no ataque do Taleban à sede da DAI, uma companhia norte-americana que trabalha no Afeganistão implantando projetos de desenvolvimento, em parceria com o braço de auxílio internacional de Washington, a USAID.

Pelo menos quatro suicidas atacaram a DAI e dois deles detonaram seus explosivos, disse Mohammad Omar, governador da província de Kunduz. A polícia informou que o confronto, com duração de sete horas, terminou apenas às 11 horas (hora local), após os dois últimos militantes terem sido mortos dentro do prédio. As informações são da Dow Jones.