O principal órgão investigativo da Rússia informou que oito pessoas, dentre elas sete policiais, morreram após atentados suicidas na capital da Chechênia.

Um comunicado do Comitê Investigativo diz que três suicidas provocaram as explosões na noite de terça-feira em Grozny foram identificados, mas não informou quantas foram as explosões. Segundo alguns meios de comunicação russos, ocorreram duas explosões.

De acordo com o comunicado divulgado nesta quarta-feira, os atacantes se explodiram quando a polícia os interceptou durante uma operação de busca. Outras 22 pessoas ficaram feridas, disse o comitê.

As explosões foram as mais sangrentas dos últimos tempos na Chechênia, onde a insurgência muçulmana havia diminuído após dois grandes confrontos com forças russas nas últimas duas décadas.

Os ataques ocorreram no dia em que os muçulmanos celebram o Uraza Bairam (Eid al-Fitr), festa que marca o fim do mês sagrado do Ramadã. As informações são da Associated Press e da Dow Jones.