O vice-governador Khazim Allayar, da província afegã de Ghazni, foi assassinado hoje por um suicida em um carro-bomba. A força da explosão matou também mais cinco pessoas que estavam com Allayar em um comboio com dois carros. O ataque suicida ocorreu em Ghazni, capital da província de mesmo nome, quando o vice-governador se dirigia até seu escritório, informou o chefe de polícia local, Zarawar Zahid.

O suicida lançou seu carro contra um dos dois veículos do comboio para provocar a explosão. Todos os que estavam na caravana morreram, entre eles o vice-governador, seu filho adulto, o motorista e três guarda-costas, disse Zahid. Doze pessoas próximas ficaram feridas, acrescentou a autoridade policial.

Os funcionários do governo afegão são os principais alvos do Taleban e de outros grupos insurgentes que lançaram uma campanha de assassinatos contra aqueles que trabalham com o governo e com as forças da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan). Allayar ocupava o cargo há mais de sete anos e já havia sobrevivido a uma tentativa de atentado dois meses atrás, mesma cidade.