Duas bombas explodiram neste domingo em uma estação de trens na Argélia, matando 13 pessoas e ferindo dezenas, informou um funcionário da segurança do governo argelino. As bombas explodiram na estação ferroviária de Beni Amrane, 100 quilômetros ao leste da capital Argel. Aparentemente, elas foram acionadas por controle remoto, disse o funcionário.

A primeira bomba a explodir matou pelo menos duas pessoas, incluído um cidadão francês que trabalha num projeto de reforma das plataformas da estação. Ele foi morto quando entrava no seu carro após sair do trabalho. O seu motorista argelino também morreu na explosão.

Alguns minutos depois, uma segunda bomba explodiu quando equipes de resgate chegavam ao local para atender a primeira ocorrência. Pelo menos 11 pessoas foram mortas na segunda explosão. Nenhum grupo assumiu o ataque. O grupo terrorista Al-Qaeda no Norte da África Islâmico, uma filial da rede terrorista Al-Qaeda, é ativo na região.