Bombas colocadas em dois micro-ônibus explodiram ao sul de Bagdá hoje, matando pelo menos 11 pessoas. Segundo um policial, que falou sob condição de anonimato, outras 11 ficaram feridas no ataque na cidade de Kut, de maioria xiita. Um hospital da cidade confirmou as mortes nos ataques, os mais recentes de uma série no Iraque que matou centenas nas últimas semanas.

A violência lança dúvida sobre a capacidade de as forças locais controlarem a nação em meio à retirada dos soldados dos Estados Unidos, prevista para ocorrer totalmente antes do fim de 2011. O policial afirmou que a primeira bomba explodiu no início da tarde (hora local), matando nove pessoas. Pouco depois, um segundo artefato explodiu, matando mais duas.