Foi executado ontem à noite John Allen Muhammad, responsável pelos ataques que em 2002 aterrorizaram por três semanas a capital americana e seus arredores. Ele recebeu uma injeção letal, informou um porta-voz do presídio Greensville.

Os ataques de 2002 ocorreram em Maryland, Virginia e Washington DC e deixaram um rastro de 10 mortos. Em comum, as vítimas basicamente eram atingidas durante atividades cotidianas, como encher o tanque de combustível ou sair para as compras. Os ataques só acabaram no fim daquele ano, quando Muhammad foi preso juntamente com um cúmplice, o então adolescente Lee Boyd Malvo.