Um ativista de mídia independente da Síria sobreviveu neste domingo a uma tentativa de assassinato no sul da Turquia, segundo informaram colegas de profissão dela. O grupo Estado Islâmico reivindicou a autoria do ataque.

Ahmed Abdelqader, fundador do grupo de mídia sírio De olho na Pátria, foi alvo de dois atiradores que estavam em uma motocicleta. O ataque ocorreu na cidade turca de Sanliurfa.

Um companheiro de ativismo de Abdelqader, Abu Ibrahim, disse que o sírio está “hospitalizado e em condições estáveis”.

Outro colega de Abdelqader, que pediu anonimato por questões de segurança, disse que os atiradores usaram silenciadores. Os atiradores não foram presos.

A agência de notícias Amaq, ligada ao Estado Islâmico, disse que o grupo reivindicou a autoria do ataque.

Ahmed é irmão de Ibrahim Abdelqader, que morreu assassinado pelo EI em outubro de 2015. Fonte: Associated Press.