A Organização Mundial de Meteorologia (OMM) informou que a presença dos três gases considerados os principais causadores do efeito estufa aumentou para níveis recordes. Segundo Geir Braathen, funcionário da agência meteorológica da Organização das Nações Unidas (ONU), a concentração de dióxido de carbono subiu 1,5% na atmosfera. A presença do metano e do óxido nitroso também cresceu, porém em níveis menores. O funcionário apontou que é a primeira vez que a concentração de metano na atmosfera cresceu em uma década. Braathen disse que ainda não é possível determinar o que causou os aumentos.

Os gases são produzidos parcialmente por fontes naturais, em pântanos, por exemplo, e também por atividades humanas, como a fertilização de solos ou ao se utilizar combustíveis. Um painel da ONU já advertiu que os aumentos contínuos na presença desses gases levarão a conseqüências catastróficas, como secas e enchentes severas.