O combalido banco italiano Banca Monte dei Paschi di Siena disse hoje que iniciou negociações exclusivas sobre a venda de uma enorme carteira de empréstimos de má qualidade com um grupo de investidores, um importante passo de seu plano de reestruturação para ser resgatado pelo governo.

O banco disse que concedeu exclusividade ao Quaestio Capital Management, que gerencia um fundo de resgate para bancos financiados principalmente por credores italianos mais ricos, chamado Atlante II, e a outros investidores até 18 de junho para negociar a securitização e venda de 26 bilhões de euros em empréstimos tóxicos.

O banco pediu para ser resgatado pelo Estado no fim do ano passado após falhar em tapar um rombo com fundos privados. O governo italiano destinou 20 bilhões de euros em dezembro para ajudar bancos em dificuldades, com os quais vai ajudar a preencher o déficit de 8,8 bilhões de euros do Monte dei Paschi e se tornar o maior acionista da empresa, com uma fatia de cerca de 70%. Parte do déficit será coberta pelo conversão de alguns bônus do banco em ações. Fonte: Dow Jones Newswires.