O ex-primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, continua hospitalizado com uma inflamação na vista, que o impediu de comparecer a julgamentos sobre acusações de que teria pago para fazer sexo com uma adolescente marroquina e apelações sobre fraude fiscal.

O oftalmologista-chefe do hospital San Raffaele, Francesco Bandello, disse neste sábado que a condição de Berlusconi tinha melhorado apenas moderadamente durante a noite. Berlusconi, de 76 anos de idade, tem uveíte bilateral e deverá continuar hospitalizado pelo menos até domingo.

 

A equipe legal de Berlusconi submeteu petições a tribunais em ambos os casos, pedindo que as audiências fossem adiadas devido à condição médica do ex-primeiro-ministro. Os juízes concederam a petição no caso de sexo de aluguel na sexta-feira. Já a corte da fraude fiscal enviou um médico apontado pelo tribunal neste sábado para verificar a condição de Berlusconi.

 

Os veredictos em ambos os casos estão previstos para as próximas semanas, em um momento politicamente sensível, à medida que a Itália procura negociar um governo estável após os resultados inconclusivos das eleições no país. As informações são da Associated Press.