Pelo menos três insurgentes de origem árabe morreram em um ataque aéreo da Otan no Afeganistão (Isaf), na província oriental de Wardak, informou nesta terça-feira uma fonte oficial. O bombardeio da Isaf ocorreu na noite de ontem no distrito de Saydabad, no sul da província, onde os islamitas costumam treinar os guerrilheiros talibãs, disse à Agência Efe o porta-voz do Governo local, Sahidullah Shahed.

O porta-voz provincial afirmou que não houve baixas civis e nem entre as forças afegãs e da Isaf. Consultados pela Agência Efe, um porta-voz do talibã, Zabiulá Mujahid, se recusou comentar a operação das tropas aliadas, enquanto o representante da Isaf, Martyn Crichton, confirmou o bombardeio, mas não dispunha de detalhes precisos sobre o ocorrido.

Apesar de a violência ter se agravado desde 2010 no Afeganistão, as forças internacionais se encontram em retirada, um processo que deverá ser concluído somente em 2014. Os insurgentes talibãs lutam para derrubar o Governo afegão e implantar um regime fundamentalista islâmico no país.