Bombas de fabricação artesanal encontrados em um campo abandonado do grupo extremista Boko Haram, no noroeste da Nigéria, explodiram, matando 63 pessoas, informaram testemunhas nesta quarta-feira.

Os explosivos estavam em uma bolsa localizada ontem por um grupo de agentes de defesa que estava patrulhando o local e levando a bolsa para a cidade de Monguno.

Um grupo de curiosos se juntou para averiguar o que havia na bolsa, o que acabou causando a morte de um número muito grande de pessoas, disse Haruna Bakar, que testemunhou a explosão.

Pelo menos 97 pessoas foram mortas em ataques do Boko Haram no noroeste da Nigéria desde o dia 30 de maio. Fonte: Associated Press.