O governo da Indonésia divulgou que já está em andamento um plano para a execução de outros 11 presos que encontram-se no corredor da morte, segundo informa o jornal Jakarta Post. O brasileiro Rodrigo Gularte, de 42 anos, que foi condenado em 2005 à pena máxima por traficar 6 kg de cocaína escondidos em pranchas de surfe, teve a clemência negada e estaria na lista.

As autoridades locais, no entanto, não divulgaram a lista com os nomes dos presos, nem a data em que serão executados. Apenas sabe-se que as execuções devem acontecer em fevereiro, na ilha isolada de Nusakambangan, por questões de segurança.

Apesar de a lista com os nomes ainda não ter sido divulgada oficialmente, o Jakarta Post alega que o brasileiro Rodrigo Gularte, dois australianos, quatro indonésios, uma filipina, um francês, um ganês e um espanhol estão inclusos nela.