O primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, concordou em pagar de volta 12.415,10 libras em resposta a uma investigação do auditor independente Thomas Legg sobre abusos no sistema de despesas do Parlamento do Reino Unido, de acordo com nota divulgada pelo gabinete do premier. O comunicado informa que a soma supera o critério aplicado a pedidos de reembolso de despesas durante um período de cinco anos. O comunicado também afirma que Brown apoiou o processo adotado por Legg “e vai cooperar totalmente e fazer o pagamento necessário”.

Legg escreveu para uma série de legisladores identificando quais despesas deveriam ser pagas de volta e estabelecendo um prazo de três semanas para respostas, antes de fazer suas recomendações finais. O comunicado de Brown afirma que o premier deve instar legisladores a responder prontamente e totalmente a quaisquer pedidos por informações adicionais e a fazer os pagamentos apropriados. As informações são da Dow Jones.