Um caminhão-bomba explodiu hoje (6) em um movimentado posto de controle nos arredores de Hilla, 80 quilômetros a sul de Bagdad, provocando a morte de pelo menos 47 pessoas e ferindo outras 72, indicaram fontes médicas e policiais do Iraque. Eeste é o ataque terrorista mais letal desde o início do ano no Iraque.

Fotografias que circulam em edições online da imprensa mostram cenas de grande destruição ao redor do posto de controle, onde normalmente existem grandes filas.

Em comunicado divulgado nas redes sociais, o Estado Islâmico afirma que um terrorista, identificado como Abu Islam al-Ansari, explodiu um caminhão-bomba ao chegar próximo a um posto de controle rodoviário nos arredores da cidade de Hilla, de maioria xiita.

“Os ‘rafida’ [designação pejorativa dos muçulmanos xiitas] devem compreender que a batalha apenas começou e que o pior está para vir”, diz o comunicado.

Organização extremista sunita, o Estado Islâmico tem feito vários atentados contra os xiitas, que consideram ser hereges e tem reivindicado vários ataques similares. O EI perdeu o controle de algumas cidades ao sul de Bagdad, depois que forças de segurança iraquianas, apoiadas por milícias locais, iniciaram a resposta aos ataques terroristas do EI no final de 2014.

Em março de 2014, um ataque suicida perpetrado pelo EI provocou a morte a 50 pessoas e ferimentos em mais de 150.