O sinal mais claro de que a escolha do próximo papa está se aproximando foi dado nesta terça-feira, com o anúncio de que a Capela Sistina será fechada aos visitantes.

Às 13h (horário local), o local, cujo teto é decorado com afrescos de Michelangelo, será fechada para turistas para que os funcionários do Vaticano possam preparar o local para o conclave. Em 2005, a última vez em que o colégio de cardeais se reuniu para escolher um novo pontífice, as preparações incluíram a instalação de um piso falso para esconder dispositivos que impedem a realização de escutas e de um forno, de onde a fumaça dos votos queimados indica se o novo papa foi ou não escolhido.

Nesta terça-feira acontece também o segundo dia do pré conclave, reuniões com cardeais para organizar o processo de eleição e promover a interação entre os participantes. Como ainda há uma grande quantidade de cardeais que não chegou a Roma, nenhuma data foi estabelecida para o início do conclave. As informações são da Associated Press.