Um carro-bomba matou hoje duas mulheres ao explodir perto do portão principal do aeroporto de Mogadiscio, capital da Somália, disse Abdul Rahman Yussef, oficial do Exército somali. Ele afirmou que veículos da União Africana (UA) haviam impedido a passagem do veículo para dentro do complexo.

Yussef disse que duas mulheres que pediam esmola na rua foram mortas e um policial ficou ferido no atentado. Um porta-voz da UA confirmou o ataque com o carro-bomba, mas não revelou mais informações. O grupo militante al-Shabab ampliou recentemente seus ataques contra o frágil governo da Somália.