O governo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, está terminando um pacote de ajuda para vítimas de desastres naturais de US$ 29 bilhões, sendo US$ 16 bilhões destinados para reforçar o seguro de enchentes e quase US$ 13 bilhões para vítimas de furacões, de acordo com um administrador oficial sênior da Casa Branca.

Os números do pedido, que deve ser mandado ao Congresso nesta quarta-feira, foram descritos por oficiais que requisitaram anonimato.

O seguro estatal de enchentes ficará sem verba para realizar pagamentos na semana de 23 de outubro. A Agência de Emergência Federal (FEMA, na sigla em inglês) continua a empregar dinheiro em operações de auxílio para as vítimas dos furacões Harvey, Irma e Maria, e requer mais dinheiro.

Atualmente, o programa de seguro a enchentes gasta US$ 30 bilhões de crédito do Tesouro americano. A nova proposta retiraria US$ 16 bilhões deste débito e permitiria ao programa pagar pedidos das vítimas de furacões.

Quase US$ 13 bilhões estão sendo requisitados pela FEMA. Bombeiros federais receberiam US$ 557 milhões para se restabelecerem depois de uma desastrosa temporada de incêndios no oeste americano. “Isso será extraordinariamente caro e eu acho que precisamos fazer com que o dinheiro chegue lá”, disse o presidente do Comitê de Recursos Domésticos da Câmara dos Representantes, o republicano Rodney Frelinghuysen (New Jersey).

O líder republicano da Câmara, Kevin McCarthy (Califórnia), disse que se encontrou com congressistas do Texas e da Flórida na terça-feira para informá-los da requisição da Casa. “Lembrem-se de que isso é dinheiro emergencial. Você tem de lidar com o problema”, disse McCarthy a repórteres. “Então acho que devemos conseguir fazer isso”, acrescentou. Fonte: Associated Press.