No dia seguinte à morte da ex-primeira-ministra paquistanesa Benazir Bhutto, populares enfrentaram a polícia na zona da Caxemira controlada pela Índia, durante manifestações de protesto contra o assassinato.

Os manifestantes jogaram pedras na direção dos policiais, que responderam lançando gás lacrimogêneo para dispersar a massa.

Os protestos ocorreram nas ruas de Srinagar, principal cidade da região, onde grande parte da população deseja tornar-se independente da Índia e unir-se ao Paquistão.