Centenas de manifestantes na França marcharam em protesto contra a líder de extrema direita e candidata presidencial pela Frente Nacional, Marine Le Pen. Os manifestantes afirmam que liberdades básicas podem desaparecer caso ela seja eleita.

Alguns manifestantes jogaram bombas na polícia, que respondeu com pequenas doses de gás lacrimogêneo. O protesto saiu da região do subúrbio de Aubervilliers em direção a Paris, perto de onde Le Pen deve fazer um comício na segunda-feira.

Para o ativista anti-racismo Omar Slauti, a luta contra Le Pen deve ocorrer nas ruas e não nas urnas. Ele considerou que o populismo de extrema direita está se espalhando pela Europa. Para a manifestante Fernanda Marrucchelli, o partido de Le Pen combate “liberdades essenciais” e direitos que pertencem tanto a franceses como a imigrantes.

Le Pen é uma das principais candidatas do primeiro turno das eleições presidenciais da França, marcadas para o dia 23 de abril. O segundo turno corre em 7 de maio. Fonte: Associated Press.