O presidente venezuelano Hugo Chávez elevou em 30% o salário mínimo na Venezuela, apesar da inflação continuar subindo no país. O presidente assinou um decreto que fixa o salário mínimo mensal em 799 bolívares, o equivalente a US$ 372, a partir desta quinta-feira (1), feriado internacional do Dia do Trabalho.

Chávez disse que a medida dará à Venezuela o maior salário mínimo na América Latina. Todos os funcionários públicos também receberão um aumento de 30%.

Entretanto, o presidente negou que o ajuste terá impacto sobre a inflação no país. "Não há socialismo sem a classe trabalhadora", afirmou Chávez. A inflação na Venezuela ficou em 22,5% no ano passado, a taxa mais alta da América Latina para o índice de preços.

Em 2006, os preços subiram 17%. Para 2008, a meta de inflação do governo é de 19,5%. As informações são de agências internacionais.