Milhares de estudantes chilenos saíram às ruas de Santiago nesta quarta-feira para exigir educação gratuita.

Policiais acompanhavam a manifestação e em alguns momentos houve tensão com pessoas encapuzadas que ingressaram na passeata.

No geral, entretanto, o protesto transcorria pacificamente, com estudantes empunhando bandeiras, cartazes e faixas, entoando palavras de ordem e dançando nas ruas.

Depois de dois anos de constantes protestos, os estudantes obtiveram do governo poucas concessões, mas a reforma da educação segue em pauta com a proximidade das eleições presidenciais no Chile, marcadas para novembro. As informações são da Associated Press.