Um ciclone poderoso surgiu no norte de Taiwan, neste sábado, matando pelo menos uma pessoa antes de se deslocar para o sudeste da China e forçar a retirada de centenas de milhares de pessoas de uma província costeira.

O furacão Soulik provocou a interrupção dos serviços de transporte e comércio em Taiwan. Os funcionários dos serviços de emergência de Taipé e arredores estão tentando restaurar a energia para 520 mil casas e remover centenas de árvores arrancadas pela tempestade de ruas e estradas.

A tempestade atingiu neste sábado a província costeira densamente povoada de Fujian, na China, com ventos de 119 quilômetros por hora, de acordo com o Centro Nacional de Meteorologia da China. Em Taiwan, os ventos chegaram a atingir 163 quilômetros por hora. Cerca de 300 mil pessoas foram retiradas de suas casas em Fujian, afirmou a agência de notícias chinesa Xinhua.

Em Fujian e Zhejiang, outra província costeira, os serviços ferroviários foram suspensos, os voos cancelados e barcos de pesca foram chamados de volta aos portos. O serviço meteorológico da China alertou sobre a possibilidade de enchentes e desmoronamentos.

Mais cedo, chuvas torrenciais atingiram grandes áreas no norte e no centro de Taiwan, com Hsinchu e o condado vizinho de Miaoli reportando o registro de 700 milímetros a 800 milímetros de água até o início deste sábado.

Vários voos no principal aeroporto internacional de Taipé foram cancelados nesta sexta-feira e espera-se que as operações voltem ao normal até o fim deste sábado. O sistema ferroviário de alta velocidade Taiwan também suspendeu as operações até pelo menos a tarde de hoje. Fonte: Associated Press.