A coalizão liderada pela Arábia Saudita disse que irá iniciar um período de cinco dias de pausa humanitária no Iêmen neste domingo. No entanto, afirmou que irá atacar caso os rebeldes xiitas ou seus aliados conduzam uma ação militar ou qualquer outro movimento.

A declaração, divulgada pela mídia estatal saudita neste sábado, afirma que a pausa foi um pedido do presidente do Iêmen, Abed Rabbo Mansour Hadi, ao rei Salman da Arábia.

A pausa humanitária anterior, que foi anunciada no início deste mês e era esperada para durar até o fim do mês sagrado do Ramadã, nunca aconteceu, com um lado acusando o outro de ter iniciado os conflitos.

A coalizão liderada pela Arábia Saudita a campanha de ataques aéreos em março contra os rebeldes que tomaram a capital do Iêmen, Sanaa, e outras cidades. Fonte: Associated Press.