Ao menos quatro pessoas morreram e outras 50 ficaram feridas, 17 delas em estado grave, após a colisão entre dois ônibus intermunicipais no Chile, segundo informações oficiais.

O choque ocorreu na Rota 5, que segue em direção ao sul do país, e os feridos foram encaminhados ao Hospital Clínico Herminda Martín de Chillán, a 397 quilômetros de Santiago.

De acordo com o hospital, entre os passageiros com ferimentos severos há quatro menores de idade, entre eles dois “em condição de extrema gravidade” e 13 pacientes adultos politraumatizados.

As primeiras informações dão conta de que o acidente foi provocado depois que um ônibus, que parou no acostamento para pegar passageiros, voltou à pista e foi atingido por outro veículo que estava em alta velocidade. O impacto fez com que o primeiro ônibus capotasse.

O Ministério Público ordenou uma investigação para averiguar as causas e responsabilidade do acidente.