Com a menor popularidade de um presidente do Chile desde a redemocratização do país (26% segundo o Centro de Estudos Públicos), Sebastián Piñera reuniu-se nesta sexta-feira justamente com aqueles que garantiram a ele o período de maior aprovação em seu mandato.

O líder conservador participou de uma da cerimônia em Copiapó que lembrou um ano do acidente que prendeu 33 trabalhadores em uma mina de cobre e ouro no norte do Chile. Na época do resgate, 69 dias depois do acidente, a popularidade de Piñera atingiu 63%. As informações são da Associated Press.