O Comitê de Relações Exteriores do Senado dos Estados Unidos aprovou uma medida para suspender a ajuda financeira do país à Autoridade Palestina, até que ações violentas contra cidadãos americanos e israelenses sejam detidas.

Liderado por republicanos, o comitê aprovou, por 16 votos a 5, o projeto de lei elaborado por Lindsey Graham (Carolina do Sul) e Bob Corker (Tennessee). A votação ocorreu na manhã desta quinta-feira. Segundo Graham, o projeto é em nome do estudante Taylor Force, que morreu ao visitar Israel, em março do ano passado, quando foi esfaqueado até a morte por um palestino.

O projeto de orçamento do governo Trump para o ano fiscal de 2018 inclui cerca de US$ 260 milhões para programas de desenvolvimento econômico e aplicação da lei na Cisjordânia e em Gaza. Fonte: Associated Press.