Conflitos entre milícias islâmicas e grupos rivais no oeste da Líbia mataram ao menos 23 pessoas, segundo informações dos hospitais locais. Emad Khalifa Abdul-Salam, do hospital Gharyan, ao sul da capital Tripoli, disse que uma intensa batalha teve continuidade neste domingo (12) na cidade de Kikla.

O embate também deixou 43 feridos, incluindo dez em condição crítica. A luta por Kikla faz parte de uma disputa por poder entre uma milícia islâmica que tomou o controle do aeroporto de Tripoli de grupos anti-islâmicos.

A Líbia retornou ao caos após a queda do ditador Muamar Kadafi, em 2011. Desde então, a violência entre grupos políticos rivais tem dividido profundamente o país, que no momento possui dois governos e parlamentos rivais. Fonte: Associated Press.