Duas pessoas morreram ontem em confrontos entre a polícia e manifestantes contra o governo em Teerã, disse hoje um importante parlamentar, pedindo anonimato. Anteriormente, havia apenas uma morte confirmada nos protestos. Grupos da oposição iraniana tentaram repetir no país o espírito da recente revolta popular do Egito, que resultou na renúncia do presidente Hosni Mubarak, na sexta-feira.

O ato, ontem, foi o primeiro grande protesto no Irã em mais de um ano. A polícia usou gás lacrimogêneo para conter os manifestantes, contrários ao governo do presidente Mahmoud Ahmadinejad. As informações são da Dow Jones.