A agência de espionagem da Coreia do Sul disse a legisladores nesta terça-feira que a Coreia do Norte reativou um reator de plutônio em sua principal instalação nuclear, de acordo com dois parlamentares que participaram de uma sessão parlamentar a portas fechadas.

A Coreia do Norte anunciou em abril que iria reiniciar o reator, mas não confirmou que já o fez. Recentes fotos de satélite têm mostrado sinais de que o reator pode estar operando.

O Serviço Nacional de Inteligência disse em uma reunião da comissão parlamentar nesta terça-feira que a Coreia do Norte reativou o reator no complexo Nyongbyon em agosto, mas não informou como obteve a informação, de acordo com escritório do legislador Jung Chung-rae.

O escritório de outro parlamentar Cho Won Jin confirmou que o serviço de espionagem apresentou uma avaliação semelhante.

Segundo o escritório de Jung, a agência de espionagem disse que a Coreia do Norte também realizou testes de motores de mísseis de longo alcance em agosto e colocou sistemas de artilharia mais próximos da tensa fronteira que divide a península, em um possível sinal de provocação.

Oficiais da Defesa disseram que os testes de motor relatados mostram que a Coreia do Norte continua a buscar programas de mísseis, mas não significam que um lançamento é iminente. Eles disseram que não detectaram quaisquer sinais de que os militares da Coreia do Norte fizeram algo de suspeito.

A agência de espionagem não quis confirmar as observações dos legisladores. Fonte: Associated Press.