A mais alta Corte de Apelações da Itália absolveu nesta terça-feira o ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi das acusações abuso de poder e prostituição de menores.

A decisão de hoje confirma uma outra feita em julho do ano passado, quando juízes de Milão reverteram uma condenação anterior cuja sentença era de sete anos de prisão. A decisão de hoje é definitiva.

Berlusconi era acusado de pagar a menor de idade Karima El-Mahroug, uma marroquina que era conhecida como Ruby, para participar de festas “bunga bunga” na sua residência em Milão, e depois usar de sua influência para tentar encobrir o caso.

“É um grande sucesso”, disse a advogada de defesa, Michaela Andresano. “A corte aceitou nossos argumentos e rejeitou o pedido dos promotores.”

Tanto Berlusconi como El-Mahroug negam ter tido relações sexuais na ocasião. Fonte: Associated Press.