Dois crânios e restos de ossos foram encontrados durante obras na cozinha de um dos palácios do complexo presidencial em Cabul, no Afeganistão, onde vive o presidente afegão, Ashraf Ghani. Os ossos foram encontrados durante um trabalho de renovação dos jardins do palácio.

A identidade e a causa da morte dos esqueletos são um mistério. Uma declaração do palácio nesta terça-feira diz que os restos foram enviados para um exame realizado por um grupo composto por forenses.

Além disso, uma comissão, incluindo os representantes da Comissão Independente de Direitos Humanos do país e médicos, foi criada para identificar os corpos.

O Afeganistão tem uma longa história de exumação de valas comuns com vítimas de guerra não identificadas ou pode ser um destino trágico de alguns líderes de suas famílias.

Em 2002, cerca de 2 mil corpos foram encontrados em uma vala comum no norte do Afeganistão Acredita-se que eram prisioneiros do Taleban e que foram mortos durante a luta que derrubou seu regime de seis anos. Fonte: Associated Press.