O governo de Cuba aceitou nesta quinta-feira o convite feito pela União Europeia (UE) para negociar o aprofundamento das relações entre o país comunista e o bloco.

Diplomatas cubanos e europeus trabalharão agora nos detalhes e nas datas das negociações, anunciou em Havana o ministro das Relações Exteriores de Cuba, Bruno Rodríguez.

O chanceler cubano antecipou que seu país está disposto a discutir qualquer assunto que seja colocado em pauta.

No mês passado, autoridades europeias decidiram buscar uma cooperação mais profunda entre Havana e Bruxelas, mas disseram que exigiriam em troca progressos em relação liberdades civis e respeito aos direitos humanos. Fonte: Associated Press.