Havana – Cuba investiu US$ 600 milhões na compra de alimentos vindos dos Estados Unidos em 2007, informou o presidente da empresa estatal Cuba Alimport, Pedro Alvarez, em reunião com o secretário de Agricultura da Califórnia, Arthur Cawuamura. 

Durante o encontro realizado em Havana, Alvarez lembrou que atualmente o comércio entre Cuba e Estados Unidos envolve somente a importação de alimentos por parte de Cuba, devido ao bloqueio comercial imposto pelos Estados Unidos.

O embargo foi criticado por Alvarez, para quem tal medida "impede o crescimento do comércio" e não permite que Cuba venda seus produtos aos Estados Unidos.

Cawuamura viajou a Cuba para promover o comércio de produtos californianos e foi acompanhado por um grupo de 20 empresários do setor agroalimentar.

O secretário declarou que é a primeira vez nos últimos 50 anos que representantes do governo da Califórnia, que é o principal produtor agrícola dos Estados Unidos, viajam a Cuba com esse objetivo.

O limitado comércio entre os dois países teve início no final de 2001, após a aprovação em 2000 de uma moção no Congresso norte-americano. Desde então, o valor das importações cubanas provenientes dos Estados Unidos já superou os US$ 2 bilhões, de acordo com a Alimport.