Combatentes curdos na Síria fecharam neste domingo a fronteira da cidade Tal Abyad, que faz fronteira com a Turquia e que está cerca de 80 quilômetros do principal reduto do Estado Islâmico, a cidade de Raqqa, disseram autoridades curdas. Com isso, o grupo extremista fica sem uma rota direta para trazer novos militantes ou suprimentos.

O avanço curdo veio depois de uma ofensiva intensa liderada pelos EUA com ataques aéreos na região, o que colocou mais pressão em Raqqa.

Neste domingo, o oficial curdo Idriss Naasan disse que os combatentes do Estado Islâmico fugiram de Suluk, a poucos quilômetros de Tal Abyad, e

que então os curdos passaram a deter a cidade.

“É apenas uma questão de tempo antes que esta área seja liberta”, disse Naasan à Associated Press, afirmando que os curdos cercaram o leste, oeste e sul de Tal Abyad.

No entanto, o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, com base na Inglaterra, disse que Estado Islâmico ainda controla a estrada que liga a fronteira turca com Raqqa.

Desde o início de maio, membros da principal força curda síria tomaram mais de 200 cidades curdas e cristãs no nordeste da Síria, assim como montanhas estratégicas apreendidas anteriormente pelo grupo Estado Islâmico. Agora, eles têm tem tentado recapturar a província de Raqqa. Fonte: Associated Press