Os nove democratas do Comitê Judiciário do Senado dos Estados Unidos pediram que o procurador-geral do país, Jeff Sessions, compareça ao Capitólio para explicar, diante dos senadores, o motivo de não ter revelado suas conversas com o embaixador russo nos EUA quando questionado sobre o assunto em sua sabatina no Senado.

Em uma carta ao presidente republicano do comitê, Chuck Grassley, os democratas disseram nesta sexta-feira que questões importantes sobre as relações entre Sessions e autoridades russas permanecem sem resposta. Durante sua audiência de confirmação no Senado, Sessions afirmou que não havia conversado com autoridades russas enquanto participava da campanha à Casa Branca de Donald Trump.

Segundo os democratas, as respostas de Sessions durante a sabatina foram “incompletas e enganosas, na melhor das hipóteses”. Fonte: Associated Press.