Uma conferência sobre a evolução a ser realizada pelo Vaticano contará com um debate sobre o “design inteligente”, mas somente como fenômeno cultural, e não como questão científica ou teológica. Os organizadores da conferência, prevista para ocorrer entre os dias 3 e 7 de março, haviam originalmente excluído os defensores do criacionismo e do “design inteligente” do evento. A conferência tem como objetivo marcar os 150 anos do lançamento de “Origem das Espécies”, de Charles Darwin.

Hoje, no entanto, o Vaticano informou que haverá debate sobre o “design inteligente”, ideia segundo a qual a vida seria complexa demais para ter-se desenvolvido somente por meio da evolução, motivo pelo qual haveria a participação de uma força superior.