Pelo menos oito pessoas morreram e 40 estão desaparecidas após terem sido arrastadas hoje por uma avalanche de terras em uma região remota de selva no sudeste do Peru, onde operava uma mina de ouro clandestina. A informação é do capitão de polícia do povoado de Macusani, Juan Carlos Bravo. Segundo ele, a avalanche de terras ocorreu em uma região situada 720 quilômetros ao sudeste de Lima. O desastre foi informado por mineiros e os serviços de resgate ainda não chegaram ao local.

Bravo afirmou que o Exército enviará helicópteros ao local, porque não existem rodovias pavimentadas ligando Macusani ao resto do país. O povoado fica em uma região montanhosa e de mata fechada, perto da fronteira do Peru com a Bolívia e o Brasil. As avalanches de terras são frequentes na região amazônica do Peru durante o período de chuvas, que vai de dezembro a março. De acordo com as autoridades, muitos garimpos funcionam clandestinamente na região e não cumprem com padrões mínimos de segurança.