O ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, afirmou na manhã desta quinta-feira, 28, que “a diplomacia brasileira segue com seu apoio irreversível e incondicional à libertação da Venezuela”. A frase foi publicada na página do ministro no Twitter. O chanceler também anunciou que acompanhará a visita do líder da oposição Venezuelana, Juan Guaidó, ao presidente Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto, na tarde desta quinta-feira. Em seguida, Guaidó será recebido oficialmente por Araújo no Itamaraty.