Um diplomata americano morreu nesta segunda-feira (1º) à tarde no Sudão após ser baleado, mais cedo, quando viajava de carro, informou a embaixada dos EUA no país africano. O motorista do veículo, um oficial sudanês, também morreu no incidente.

O diplomata, cujo nome ainda não foi divulgado, trabalhava para a Agência de Desenvolvimento Internacional dos EUA. Ainda não foi esclarecido se ele morreu em um atentado premeditado ou se foi um crime comum.

O incidente ocorre um dia depois que a União Africana e a Organização das Nações Unidas (ONU) assumiram o controle das operações de paz em Darfur, violenta região sudanesa onde vivem 2 milhões de refugiados.