A possibilidade de acidentes com o uso de telefones celulares quando se está ao volante é quase o dobro do risco de dirigir embriagado, alerta um estudo do hospital geral de Melbourne. De acordo com a pesquisa, publicada pelo “Medical Journal” australiano, o risco de acidentes quadruplica quando os motoristas não usam sistemas de viva voz.

Durante três sextas-feiras consecutivas, os pesquisadores observaram o comportamento dos motoristas em 12 pontos estratégicos de Melbourne, onde o trânsito é mais intenso, verificando que um de cada cinco não respeita a lei que proíbe o uso de celulares sem auriculares.

“A falta de atenção é a causa de 35% dos acidentes e registros policiais indicam que muitos deles são protagonizados por motoristas usando celulares”, advertiram os pesquisadores.