Berlim, 20/10/2013 – Relatório do Ministério das Finanças da Alemanha diz que a economia do país vai continuar a crescer no segundo semestre, graças a uma indústria vigorosa e ao consumo doméstico. O PIB da Alemanha cresceu 0,7% no segundo trimestre deste ano e os quatro principais institutos de pesquisa econômica do país (DIW em Berlim, IFO em Munique, IWH em Halle e RWI em Essen) estimam que a economia terá uma expansão de 0,4% em 2013 e de 1,8% em 2014.

“O desempenho econômico da Alemanha continua em tendência positiva, graças a condições econômicas favoráveis”, diz o Ministério em seu relatório de outubro. Segundo o documento, os indicadores do setor industrial sugerem uma recuperação no terceiro trimestre. O governo alemão deve apresentar sua perspectiva econômica revisada na quarta-feira, dia 23.

Segundo o relatório divulgado na madrugada desta segunda-feira, “os dados econômicos mostram que o crescimento é apoiado principalmente pelo desempenho doméstico. O consumo e o investimento marcaram fortemente a atividade econômica no segundo trimestre e isso provavelmente vai continuar”. O Ministério também disse esperar que a situação no mercado de mão de obra continua favorável.

O texto adverte que os indicadores antecedentes sugerem um crescimento apenas modesto das exportações alemãs.