Quatro defensores do presidente deposto Mohammed Morsi e um policial foram mortos em novos confrontos entre islamistas e forças de segurança nacional em diversas cidades do Egito nesta sexta-feira. A morte dos quatro manifestantes aconteceu Ismaília, no Canal de Suez, e o policial morreu na capital, Cairo.

Os novos confrontos acontecem enquanto islamistas fazem marchas em várias cidades durante o que estão chamando de “Sexta-feira do Ódio”, para protestar pelas mortes de centenas de pessoas após um ataque das forças de segurança aos apoiadores de Morsi na quarta-feira.

Partidários da Irmandade Muçulmana tomaram as ruas do Cairo, de Alexandria, Beni Sueif, Fayoum e Hurghada. O Ministério do Interior afirmou que tomaria medidas duras, incluindo o uso de armas de fogo, se os manifestantes atacassem edifícios do governo. Fonte: Dow Jones Newswires.