Um porta-voz da embaixada dos Estados Unidos no Chipre negou hoje que um suposto espião em fuga estivesse detido na sede diplomática, como chegaram a afirmar alguns meios de comunicação locais. Christopher Metsos, suposto contador de uma rede de agentes russos nos EUA, estava em liberdade condicional após pagar fiança, mas foi declarado fugitivo após não comparecer diante de um juiz. Com isso, as autoridades cipriotas lançaram uma busca ao suspeito. Um porta-voz da embaixada afirmou que as autoridades não sabem qual o paradeiro de Metsos. O funcionário ressaltou que essa busca está a cargo das autoridades do Chipre.