Rebeldes maoistas mataram pelo menos 27 integrantes das forças paramilitares indianas em uma emboscada hoje no leste da Índia. A patrulha de 50 homens foi surpreendida durante uma ação de rotina no distrito de Narayanpur, área de floresta densa do Estado de Chhatisgarh, disse o policial local Sunder Raj. Dez homens ficaram feridos, acrescentou.

Há poucos detalhes sobre o que aconteceu na região, que agrupa rebeldes, também chamados de Naxals, em homenagem à vila de Naxalbari, onde o movimento começou nos anos 1970. Nos últimos meses, os rebeldes se tornaram mais arrojados, apesar da ofensiva militar contra eles.

No fim de junho, funcionários do governo responsabilizaram o grupo pelo descarrilamento de um trem que matou 150 pessoas no Estado de Bengala Ocidental. Em abril, eles mataram 76 soldados em Chhattisgarh. O primeiro-ministro indiano, Manmohan Singh, disse que os rebeldes são a maior “ameaça à segurança interna” da Índia.